5 DICAS PARA AUMENTAR A PRODUTIVIDADE

5 dicas para aumentar a produtividade

Você já pensou em aumentar sua produtividade? Sente como se o dia fosse curto demais para realizar todas as tarefas profissionais e passa muito tempo da sua vida se dedicando a essas atividades? 

Felizmente, há muitas maneiras para ter mais produtividade no trabalho, ou até mesmo, nas tarefas pessoais. Muitas delas são até óbvias, mas lembrar nunca é demais. Veja nesse post 5 dicas para aumentar sua produtividade.

1) Identifique seus períodos de produtividade

A maioria de nós também tem aquela hora previsível do dia em que o cérebro não está tão afiado. Por isso, todos nós temos um período do dia em que somos mais produtivos. Algumas pessoas produzem mais pela manhã, outros a tarde e outros ainda durante a noite e madrugada.

2) Seja Organizado

Manter tudo de forma organizada ajuda com que as tarefas sejam mais fáceis de serem realizadas. Ser produtivo não é apenas fazer mais coisas em menos tempo. Mas fazê-las de uma forma que realmente trarão resultados.

3) Conectar-se com o trabalho apenas na hora que o trabalho começar

Algumas pessoas começam o dia verificando os e-mails e últimas mensagens instantâneas recebidas, em algumas situações mais graves o profissional nem saiu da cama e já pega o smartphone para fazer a verificação.
Acredite, este é um dos maiores fatores de ansiedade moderna, a pessoa mal acordou e já estará se conectando aos problemas do trabalho e, o pior, provavelmente não poderá fazer nada naquele momento. Ou seja, vai receber uma carga enorme de cortisol (hormônio do estresse), que em quantidades erradas é muito maléfico para saúde.

4) Pratique atividade física

Cuidar de sua saúde é um fator essencial para uma vida mais saudável e também pode influenciar diretamente em seu nível de produtividade como profissional.

Estudos científicos afirmam que manter uma rotina de exercícios não é apenas algo bom para seus músculos, mas, também, para o seu cérebro. Então, procure ser uma pessoa ativa, pratique diariamente algum exercício que te pareça prazeroso.

5) Durma bem

Um bom sono pode aumentar consideravelmente os níveis de produtividade. Lembre-se que não é só a quantidade de horas dormidas que importa, mas a qualidade do sono.

A lista de tarefas já elimina boa parte das preocupações em lembrar o que será feito no dia seguinte. Então, antes de dormir, tente relaxar.

Gostou dessas 5 dicas de como aumentar sua produtividade? Comenta aqui quais dessas dicas vocês já realizava.

Siga-nos nas redes sociais Facebook e Instagram , acompanhe nosso conteúdo preparado com muito carinho para você.

Os primeiros passos para seu negócio online

Desenvolver um negócio online e lucrativo ao mesmo tempo não é um feito tão fácil de se alcançar, principalmente para quem espera resultados imediatos, com leve esforço e baixo investimento. Mas não é algo impossível. Este é o primeiro de uma série de artigos que a equipe Nacional Host preparou para te dar uma força com dicas e sugestões que vão te impulsionar, com significativa vantagem, neste começo de carreira online.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Ebit/Nilsen, divulgada em agosto de 2019, o setor obteve um crescimento de 12%, o que representa um faturamento de mais R$26 bilhões. O volume de pedidos registrados no primeiro semestre de 2019, ante o mesmo período em 2018 também apresentou franco crescimento. Foram 20% contra 8%. É um ramo altamente lucrativo para quem possui um negócio com uma marca solidificada, mas também pode ser a sua nova forma de ganhar dinheiro, mesmo que você não possua  um grande estoque de mercadorias e uma estrutura logística para entregar os seus produtos.

Claro que, logisticamente falando, tudo vai depender do ramo qual você pretende atuar. Mas você pode estar se perguntando: Como eu poderia ter uma participação significativa neste bolo financeiro do e-commerce sem ter no mínimo um capital milionário para investir no meu próprio negócio? É exatamente por isso que você precisa entender que nem todas as histórias de sucesso nos negócios online estão diretamente associadas com investimentos vultosos.

Esta selva de gigantes do e-commerce, uma terra sem lei qual chamamos de comércio online, é de fato um ambiente hostil. Mas, por outro lado, quase todos os recursos de suas tecnologias estão disponíveis para todos nós mortais que gostam de aprender pesquisando na internet. Neste ecossistema existe uma infinidade de oportunidades à serem exploradas com o mínimo de investimento e elas estão acessíveis a todos nós. Os resultados dependerão de outros fatores tais como a sua criatividade, vontade, preparo intelectual e técnico, planejamento e estrutura para atender um nicho ou uma demanda, dependendo do que você tem em mente para atuar na web. O que vai contar, e muito nestes primeiros passos da sua empresa online, é a eficiência na aplicação de algumas dicas que a equipe do NacionalHost separou para você.

Negócios Online: Dicas

Se você chegou até aqui é porque tem interesse neste assunto. Por isso aproveite ao máximo cada conceito e sugestão que abordamos aqui.

Na web muito se fala sobre estes assuntos. Mas pouca gente está disposta a compartilhar o conhecimento que faz a diferença na prática. 

Nós nomeamos este tópico com o termo “dicas” por crermos que este post não tem a menor pretensão de esgotar o assunto. Ou seja,  simplesmente nos propomos a te ajudar nos primeiros passos do seu negócio online. Existem técnicas de planejamento que podem fazer toda a diferença na hora de tirar uma ideia do papel e colocá-la no ar (online).

Por isso separe em um papel ou aplicativo de celular, todos os possíveis negócios, sem perder foco com aquilo que, para você, possa ser executável ou não, não se preocupe. Anote tudo e continue lendo.

Hoje em dia não importa se, um site de roupas usadas para vender aquele look descolado, uma loja de autopeças, uma e-commerce de camisetas personalizadas, uma página estática para vender um e-book de algum curso específico ou até um site para vender cosméticos, se o seu objetivo é aumentar o número de zeros à direita na sua conta bancária, alguns passos iniciais devem ser levados a sério e devem ser premissa constante do seu script de criação e pesquisa.

Negócios Online: Informações Complementares

De acordo com estudo realizado pela Global Entrepreneurship Monitor, referente ao ano de 2014, o índice de empreendedores no Brasil alcançou a marca dos 34,5%. Isso significa que 1 em cada 3 brasileiros desenvolveu algum tipo de negócio próprio naquele período. O estudo ainda considerou a idade dos empresários: entre 18 e 64 anos. Enquanto isso, de acordo com dados do IBGE, entre 2013 e 2014 60% das empresas com menos de 5 anos de existência vieram à falência e fecharam.

Mas não vamos nos prender a estes aspectos e sim entender que é possível sim empreender com muito planejamento e preparo. A bem da verdade, vale ressaltar que ter coragem para enfrentar estes riscos também faz parte de uma mente empreendedora. Mesmo porque quase tudo nesta vida envolve riscos, erros e acertos. Sem experimentá-los é quase impossível ter a certeza do sucesso ou não.

A estética da plataforma (site ou app), a aparência da marca, a tonalidade das cores, a clareza das ideias que expressarão a importância do seu produto/serviço para um possível comprador/assinante precisam ser claras, oportunas, em alguns casos sugestivas e objetivas. Muitos destes pontos podem ser abstratos, à primeira vista, mas acredite eles são extremamente importantes e perceptíveis ao olho atento do consumidor na web. Em um ambiente digital, onde não há contato pessoal entre o vendedor e o internauta, nem sempre será apenas o preço ou a qualidade do seu produto/serviço e sim a forma pela qual você se vale para apresentá-lo.

Elas falam muito a respeito de quem você ou sua empresa de fato é na internet. Ela precisa dispor de formas e cores que demonstrem ao que o seu negócio ou produto se propõe vender. No quesito estética, se você dispõe de recursos para contratar um bom designer, ótimo, é possível encontrá-los aos milhares aqui mesmo na web, nos mais diversificados perfis profissionais e especializações. Mas se você procura por melhor preço e qualidade pode contratar os serviços da NacionalHost para desenvolver a sua própria marca.

Então vamos enumerar sete dicas imprescindíveis para você iniciar seu negócio online.

1) Planeje o desenvolvimento da sua marca.com.br / marca.com e o design da sua logo

Em primeiro lugar, planeje sua marca, como relatamos acima, é de suma importância clareza, na mensagem. Aqui também temos as ferramentas e serviços essenciais que vão te ajudar nos primeiros passos da carreira como empreendedor digital. Temos a certeza que você vai gostar muito do nosso portfólio. Clique aqui e confira. Após este breve merchandising, vamos nos prender ao conteúdo central deste post.

Com relação ao domínio do seu site, tenha cuidado quanto à empresa de hospedagem que vai contratar. Pesquise preço, mas também pesquise sobre os pacotes de serviços oferecidos por estas empresas que atuam no Brasil ou no exterior. E antes de contratar tenha convicção de que o suporte desta empresa garante toda a estrutura e atenção que o seu negócio vai demandar. A extensão que você vai usar, tais como:(.com/ .org / .net/ etc) também deve ser levada em conta. Por se tratar de um site de vendas online, opte preferencialmente por domínios .com ou .com.br – Por exemplo: suaempresa.com /suaempresa.com

Portanto reflita: Seu site precisa ser lembrado com facilidade, portanto opte por um nome que seja fácil de memorizar e fácil de associar com o seu serviço/produto à venda. Mesmo porque, não são todos os usuários que possuem o hábito de salvar URL’s na barra de favoritos do navegador.

2) Escolha um nicho de mercado específico

Um segmento que você domine tecnicamente. Faça opção por ramos que você tenha uma afinidade pessoal. É muito mais fácil convencer alguém sobre a importância, os diferenciais e a qualidade do seu produto quando você o conhece bem ou tem convicção plena quanto à sua eficiência por já ter experimentado. Fator que explicamos a seguir.

3) Matéria prima

Se possível compre o produto antes de dar início à qualquer tipo de promoção do mesmo na internet. Assim, você terá certeza se ele realmente funciona ou não. Se você pretende atuar como afiliado ou revendedor, alguns fornecedores, por cortesia, enviam amostras grátis antes de você fechar a primeira compra.

4) Pesquise sobre a demanda pelo produto na internet

Tenha certeza de que se trata de um material que realmente seja útil para um amplo e diversificado público na internet. Ou seja, seu produto ou serviço tem que ter uma boa aceitação dos seus clientes/público.

5) Rentabilidade x Mercado

Se o ramo/produto qual você pretende atuar e vender tiver baixa lucratividade não vai adiantar todo o seu esforço. Portanto avalie os possíveis fornecedores e levante o máximo de orçamentos e preços possíveis. “Vá direto à fonte”. Procure, se possível, contactar o próprio fabricante para saber se há viabilidade de compra direta ou apenas com o distribuidor. Se o preço de revenda, somado ao custo do frete for maior do que o do seu concorrente, raramente o seu produto poderá alavancar nas vendas.

Em uma analogia bem simples, avalie a grama do vizinho. Ela sempre pode parecer mais verdejante e bela, mas é preciso analisar as condições quais a tornam mais verde. Será que é o tipo de irrigação, será que é algum aditivo que ele coloca na composição da água? Seria o tipo de adubo ou solo que ele utiliza para plantar a grama?

Todos estes fatores devem ser considerados quando você pretende entrar em algum ramo que já tenha mercado consolidado para disputar por demandas de nicho. Portando, o que queremos dizer é que na internet não é diferente do comércio físico. É preciso sim avaliar porque um determinado lojista consegue vender o mesmo produto pelo valor X enquanto outro vende o mesmo produto por Y e ainda consegue mandar um brinde na primeira compra, com desconto de até 50% no valor do frete. Não é pra ser considerado? 

São estes e outros fatores que uma infinidade de empreendedores não leva em consideração antes de entrar no ramo pretendido e por isso o negócio não passa dos 5 anos de existência mesmo.

6) Utilize ferramentas de divulgação

E-mail Marketing e redes sociais podem ser um excelente começo para a sua plataforma. Crie campanhas e promoções agressivas, mas sem abusar do bom senso. Se você não tiver familiaridade com estas ferramentas entre em contato conosco pelo e-mail: contato@nacionalhost.com.br. Este assunto será abordado de forma mais aprofundada na nossa série de artigos sobre e-commerce.

7) Buscar ajuda de alguém que já empreendeu

E por último e não menos importante: Considere buscar ajuda de alguém que já empreendeu. Além disso, estas pessoas possuem uma bagagem de conhecimento importantíssimo que poderá te auxiliar nas pesquisas de fundamentação e maturação do seu negócio. Lembra do velho: 

faça o que eu digo e não faça o que eu faço?

Esta é a peça chave da sua máquina de eliminação de erros crassos do seu negócio. Vale destacar que o Sebrae, também dispõe de ótimas ferramentas, inclusive gratuitas e online, para te auxiliar neste quesito. Informações referentes aos assuntos a seguir podem ser obtidas facilente por meio de um cadastro na plataforma do órgão.

– Gestão de estoque

– Finanças

– Produção/Processos

– Marketing/Vendas

– Gestão de pessoas

– Planejamento empresarial

– Formação do preço de venda

Acima de tudo, procure alguma sede de atendimento mais próxima, aí na sua cidade e saiba mais sobre o agendamento de cursos ou acesse esta página cadastral: Clique aqui. Ainda é possível obter apoio pelos telefones 0800 643 0401 / 0800 570 0800.

Se tiver qualquer dificuldade, entre contato conosco pelo e-mail. contato@nacionalhost.com.br ou nosso perfil no Instagram . Será um prazer fazer parte deste desafio junto com você na realização deste sonho.

Como reduzir os efeitos do covid-19 na sua empresa

Como reduzir os efeitos do COVID-19 na sua empresa

Os números de novos casos da doença respiratória causada pelo novo coronavírus, Covid-19, aumentam a cada dia.

Desde o início do surto, a economia mundial está passando por uma crise devido aos efeitos do coronavírus. Empresas fechadas em quarentena, optando pelo trabalho remoto, ou seja, home office. No meio dessa crise como reduzi os efeitos do COVID-19? Nesse caso, é importante tomar algumas precauções importantes para que os funcionários estejam seguros e a proatividade do negócio não caia no período. 

Aqui estão estão 5 dicas para começar a seguir hoje que a equipe do Facebook Business separou para você a reduzir os efeitos do COVID-19 na sua empresa:

Mantenha-se seguro e informado

Mantenha-se atualizado seguindo fontes oficiais credíveis como a OMS (Organização Mundial da Saúde) e o departamento de saúde de seu governo local, para que seja possível responder rapidamente às mudanças que podem afetar você ou seus clientes.

Siga a OMS no Facebook ou no Instagram

Mantenha contato com seus clientes

Compartilhe proativamente informações importantes com seus clientes usando e-mail, site, Página do Facebook, perfil do Instagram para Empresas ou como você costuma fazer. Por isso, lembre-se que poderá fixar publicações importantes na parte superior de sua Página do Fixar para rápida visualização. Você pode incluir informações sobre as medidas que está tomando para tornar suas instalações ou produtos seguros, ou como você tratará as perguntas do cliente se houver atrasos esperados no envio

Tente organizar eventos online

Caso você precise adiar ou cancelar eventos planejados como consequência do surto, tente organizar sessões ao vivo no uso de canais sociais, como o Facebook ou o Instagram.

Prepare um plano de atendimento ao cliente

Para ser reativo e transparente com seus clientes durante esse momento desafiador, prepare-se para as perguntas e solicitações recebidas. Considere esboçar respostas modelo para seus emails ou configurar mensagens de resposta instantânea com as informações que você espera que seus clientes procurem. Conecte-se com seus clientes gratuitamente em tempo real usando o direct do instagram, messenger do Facebook, ou configurando um perfil do WhatsApp Business.

Forneça uma lista de perguntas frequentes

Prepare uma lista de respostas para as perguntas que seus clientes provavelmente farão e forneça o máximo de detalhes e segurança possível nas respostas. Aqui está um exemplo de como poderia ser uma pergunta frequente:

P: Posso cancelar meu pedido (bilhetes de viagem/programas educacionais/associação em academias)?

R: É claro que cancelaremos seu pedido/reagendaremos, ou cancelaremos sua viagem/pausaremos sua associação mediante solicitação. Após o cancelamento de seu pedido, o valor gasto com sua compra original será reembolsado em sua conta. Esperamos voltar a fazer negócios com você novamente em breve.

Essas atitudes, também fará toda diferença para traspor esse momento com mais tranquilidade, e também vai preparar o terreno para colher bons frutos logo depois que esse curto momento passar.

Por isso, o momento não é de recuo. Muito pelo contrário! É hora de ação, de atitude e de trabalho.

Da mesma forma, intensifique as postagens nas redes sociais, se comunique com seus clientes através de lives e vídeos, mantenha seu site em dia, estruture os canais digitais, como atendimento via chats, WhatasApp e e-mail.

Seu papel agora, é, com a ajuda da Internet, não deixar seu consumidor esquecer de você.